via: Father watches son forced out of ICU bed due to COVID-19 surge : The Asahi Shimbun

Japão

Pai observa filho ser forçado a sair da cama na UTI devido ao pico da COVID-19 em Osaka

O pai de um adolescente com uma doença de elevado risco de vida, ficou angustiado quando seu filho foi forçado a sair da unidade de terapia intensiva de um hospital para liberar seu leito à um paciente da COVID-19.

O menino, que foi admitido no final de março, foi transferido da UTI do Hospital da Universidade de Osaka para a enfermaria geral devido à mudança repentina da política do local, com o aumento de casos do coronavírus em toda a prefeitura.

Os hospitais começaram a liberar leitos rapidamente para casos graves do coronavírus a pedido do governo da província, devido ao aumento acentuado de novas infecções, à medida que o vírus se espalha por Osaka. Mas a mudança está atrapalhando o tratamento de pacientes, como o filho do homem, que sofrem de outras doenças graves.

O adolescente nasceu com uma doença congênita e sobreviveu a duas delicadas cirurgias realizadas no hospital desde que foi internado.

No Hospital da Universidade de Osaka, 30 leitos de UTI estão normalmente disponíveis para pacientes que acabaram de se submeter a cirurgias de câncer ou cardíacas. Porém, 23 já foram alocados para os pacientes com graves sintomas da COVID-19.

O governo da província pediu à Universidade de Osaka e outras quatro da mesma prefeitura, para liberar mais leitos para pacientes de risco com o vírus durante o feriado da Golden Week, portanto os funcionários logo atenderam o apelo, que vai ser realizado entre os dias 1 e 10 de maio.

A partir de 11 de maio, o hospital não admitirá novos casos graves de COVID-19, para garantir leitos de UTI para pacientes com outros problemas. 

A saúde do menino piorou no início de março, levando-o a se internar em um hospital na província de Hyogo. A condição do adolescente tornou-se tão terrível que ele foi colocado em um dispositivo de oxigenação por membrana extracorpórea (ECMO), que circula o sangue através de um pulmão artificial, para mantê-lo vivo.

Em um curto tempo, ele foi transferido ao Hospital Universitário de Osaka. ”Foi a única chance do meu filho sobreviver ”, afirmou o pai.

Os médicos disseram que, apesar da cirurgia, as chances de seu filho sobreviver não eram grandes, mas o menino desafiou as probabilidades e está vivo depois de duas operações difíceis.

O pai relatou que ficou surpreso ao saber que seu filho seria transferido de uma UTI para uma enfermaria geral, mas os médicos garantiram que a equipe do hospital cuidará de seu filho em todo o tempo, assim como fizeram na unidade de terapia intensiva.

Ele disse que não tinha a intenção de criticar os funcionários do hospital ao compartilhar sua experiência, e acrescentou que está ciente de que o aumento acentuado de novas infecções sobrecarregou o sistema de saúde da prefeitura a ponto de atrapalhar o atendimento de outros pacientes.

”Não tenho outras palavras além de gratidão à equipe do Hospital da Universidade de Osaka”, afirmou.

Leia também:

São encontrados cerca de 300 restaurantes em Osaka servindo bebidas alcoólicas, apesar das restrições contra a COVID-19

Avião militar dos EUA sobrevoa Tóquio com metralhadora apontando para a região

Polícia caça cobra Píton de 3,5 metros que escapou de seu dono em Kanagawa

#coronavírus


Pai observa filho ser forçado a sair da cama na UTI devido ao pico da COVID-19 em Osaka Japão