Peru reabre Machu Picchu para um único turista japonês

O Peru reabriu as famosas ruínas de Machu Picchu para um único turista japonês finalmente poder conhecê-las, após sete meses de espera. Se você nunca ouviu falar, Machu Picchu é a cidade perdida dos Incas, sendo considerado um dos lugares mais impressionantes, que com certeza aparece no topo da lista de muitos aventureiros como um dos lugares para se conhecer antes de morrer!

Katayama Jesse (26) que nasceu na província de Osaka, chegou no Peru em meados de março com o objetivo de visitar o famoso ponto turístico e ficar apenas por alguns dias, mas devido à pandemia do coronavírus e à declaração do estado de emergência emitida pelo governo peruano ele teve seus planos frustrados.

Katayama permaneceu em um vilarejo na base das montanhas próximas à Machu Picchu, esperando por mais de 200 dias pela reabertura do local. O local está fechado desde março deste ano e só voltará a receber turistas (em um número limitado) em novembro.

No início desde mês, um jornal publicou um artigo contando sobre a jornada de Katayama e que ele estava prestes a voltar para o Japão sem ter conhecido o famoso ponto turístico. Desde então, o artigo repercutiu e Katayama recebeu várias mensagens de apoio, o que levou o governo peruano a ceder uma autorização especial para que ele finalmente pudesse visitar as ruínas.

https://www.instagram.com/p/CGQvpQcpk8p/?igshid=1lrw3i5wezoia

Machu Picchu

Crédito: Getty images

Machu Picchu é uma das atrações mais famosas do Peru! Desde que foi descoberta em 1911, sua arquitetura complexa e misteriosa surpreende vários turistas ao redor do mundo. Machu Picchu é considerada um Patrimônio Mundial da UNESCO, sendo o legado mais duradouro do Império Inca. Ela está localizada no topo de uma montanha a 2400 metros de altitude, no vale do rio Urubamba no Peru.

Os Incas foram uma importante civilização pré-colombiana que dominou um grande império na cordilheira dos Andes, na América do Sul, há cerca de 500 anos antes da conquista espanhola no século 16.

#curiosidades


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.