Prefeito japonês renunciará ao cargo após apalpar uma mulher contra sua vontade

A cidade de Kuroshio localizada na província de Kochi, anunciou ontem (18) que seu prefeito, Katsuya Onishi, pretende renunciar após cometer atos indecentes contra a vontade de uma mulher. 

O prefeito Katsuya Onishi apresentou sua carta de demissão no dia 18, e deverá se manifestar após uma reunião de emergência na assembleia municipal que será realizada hoje (19).

De acordo com informações das autoridades da cidade de Kuroshio, o prefeito de 49 anos teria tateado e cometido outros atos contra a vontade de uma mulher em um carro particular.

“Não consigo encontrar palavras para me desculpar com essa pessoa cujo coração feri profundamente. Vou renunciar para assumir a responsabilidade”- disse Onishi em um comentário divulgado por ele.

#crime


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.