O presidente do Comitê Olímpico Japonês, Takeda Tsunekazu, comentou que tem intenção de se aposentar e deixar o cargo antes da realização da Olimpíadas e da Paraolimpíada de Tokyo.

Um dos motivos por ele ter tomadao essa decisão antes de um evento tão grande, seria por estar supostamente envolvido em subornos ligados à candidatura da capital japonesa aos jogos de 2020. Ele se diz inocente das acusações feitas, mas está enfrentando grandes pressões dentro e fora do Japão.

O Comitê Olímpico Internacional está preocupado no momento com os escândalos, e com os efeitos negativos que isso pode atrapalhar sobre o evento de 2020. Caso for verídico essas acusações, o Japão enfrentará grandes problemas.