via: JR East, West look to adopt peak-pricing system as pandemic dents Japan railway demand - The Mainichi

Japão

Principais operadoras ferroviárias do Japão estudam formas de aumentar o preço dos tickets em horários de pico

2020.12.03

As principais operadoras de trens no Japão, a East Japan Railway e a West Japan, começaram a avaliar a possibilidade de introduzir um novo sistema de tarifas em que o valor dos tickets em horários de pico seriam mais caros, e em outros horários menos movimentados, mais baratos.

A proposta seria uma forma de encorajar as pessoas a evitarem lugares lotados e de contato próximo em meio ao ressurgimento dos casos de coronavírus.

“Não queremos apenas uma distinção entre passes normais e de transporte regional, queremos fazer algum tipo de serviço fora do horário de pico”- comentou o CEO da JR East, Yuji Fukazawa.

Normalmente, o sistema de tarifas que aplica preços mais altos em períodos mais movimentados, como em épocas de férias e datas comemorativas, é mais utilizado pelas companhias aéreas, sendo raramente aplicado no sistema ferroviário.

No entanto, as operadoras de trem estão avaliando a possibilidade de começar a aplicá-lo com o objetivo de diminuir a movimentação e o congestionamento dos serviços de trem no final do ano.

Casos as tarifas sejam reduzidas em horários menos movimentados, tal mudança provavelmente afetaria o deslocamento das pessoas de forma positiva, mas as tarifas implementadas nos horários de pico, seriam muito caras.

Contras

Apesar da proposta ainda estar sendo analisada, não é tão fácil fazer essas alterações de tarifas. Segundo o Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo, quase todas as operadoras definem seus preços no nível mais alto disponível, e para alterá-los é preciso uma aprovação do governo nacional.

Possíveis falhas

Mesmo se as tarifas fossem alteradas com base nos horários, o sistema apresentaria vários impasses, uma vez que também seria necessária uma mudança nas barreiras e nas máquinas de tickets.

#diaadia


Principais operadoras ferroviárias do Japão estudam formas de aumentar o preço dos tickets em horários de pico Japão