Pronunciamento do primeiro-ministro traduzido para português

O primeiro-ministro Shinzo Abe declarou estado de emergência para sete províncias do país, sendo elas Tóquio, Kanagawa, Saitama, Chiba, Osaka, Hyogo e Fukuoka. Ele disse que o país sairá dessa situação de emergência em um mês com a cooperação dos cidadãos.

Nessa quarta-feira (8) Abe disse à repórteres que agradece a colaboração da população em resposta à declaração que ele fez ontem. Como resposta ao que ele disse à imprensa, ficou sabendo que várias companhias começaram a permitir que funcionários trabalhassem de casa a partir de hoje.

Abe fez um pronunciamento na noite de ontem (7), mas o discurso na TV foi completamente em japonês (óbvio) e sem nenhuma tradução disponível. Pensando em ajudar a comunidade brasileira a entender tudo o que foi dito, a Nathalya Teraoka, nossa leitora que trabalha como intérprete na região de Kanto, traduziu todo o discurso e publicou no Facebook para todos terem acesso às informações. Com a colaboração dela, pudemos listar aqui alguns pontos importantes do pronunciamento.

Ficou previsto que certos estabelecimentos não funcionarão enquanto outros se manterão abertos, mas isso mudará de cada província que pode tirar ou acrescentar itens da lista. O primeiro-ministro citou que ficarão fechados:
•universidades;
•auto-escolas;
•piscinas públicas;
•cursinhos;
•ginásios esportivos;
•pista de boliche, patins e skate;
•campo de golf;
•campo de treinamento de baseball;
•cinemas, casas de shows e teatros;
•museus e bibliotecas;
•barbearias e cabeleireiros;
•boates e baladas;
•karaokês;
•game centers;
•loja de usados;
•lojas de departamentos – exceto a parte onde vende comida e remédio.

Abe disse que ficarão abertos:

•hospitais;
•farmácias;
•mercados;
•konbinis;
•hotéis;
•todos os transportes públicos;
•aeroportos;
•fábricas;
•restaurantes e isakayas – porém com um tempo de funcionamento reduzido.

Outro item importante é que o primeiro-ministro disse que o Japão não entrará em total isolamento, onde ninguém entra e ninguém sai do país. Hoje o que está acontecendo é um maior controle sob quem pode entrar ou retornar ao Japão (porém com a entrada de estrangeiros que passaram por alguns países banida).

Além disso, Abe também falou do pacote econômico para ajudar a população e não agravar a crise econômica que pode ser gerada com o coronavírus. 108 trilhões de ienes serão utilizados, onde 6 desses serão distribuídos em dinheiro para a população. Cada família poderá receber 300.000 ienes, e mais 10.000 por cada criança, porém não foi explicado quem terá direito a receber a ajuda ou como fazer para recebe-la.

Para mais detalhes a respeito do pronunciamento do primeiro-ministro, veja o vídeo completo da Nathalya aqui:  https://m.facebook.com/watch/?v=259066771929174&_rdr 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.