Quem pode entrar no Japão? Perguntas e respostas sobre as restrições de viagens

Devido à pandemia do coronavírus, muitos países fecharam suas fronteiras e impuseram restrições de viagens para conter a disseminação das infecções. No Japão, foram impostas restrições à 159 países e regiões, e muitos residentes estrangeiros estão sendo impedidos de reentrarem no Japão, leia mais aqui.

-Proibição de entrada para os residentes estrangeiros 

O governo japonês impôs uma proibição de entrada para os residentes estrangeiros que estiveram até 14 dias antes em países de alto risco, e suspendeu os vistos emitidos pelas autoridades japonesas em grande parte do mundo.

-Quais são os países com proibição de entrada no Japão?

Até dia 30 de agosto, eram 159 países e regiões ao todo, incluindo EUA, Austrália, parte da Ásia, China, Filipinas, Coreia do Sul, Vietnã, Taiwan e toda a Europa.

-Mas quem pode entrar no Japão?

Os cidadãos japoneses têm permissão para entrar no país, desde que façam um teste da COVID-19 na chegada, e fiquem isolados por 14 dias, além de não utilizarem transporte público.

Os residentes permanentes especiais, que são os coreanos étnicos que perderam a cidadania japonesa e permaneceram no Japão após a Segunda Guerra Mundial, também estão isentos da proibição de entrada.

-Novas medidas: 

A partir do dia 1° de setembro, todos os estrangeiros com status de residência no Japão, receberão a permissão para entrar no país novamente, independentemente do tipo de visto, ou data que saíram do Japão. 

Acadêmicos, estudantes, trabalhadores qualificados, residentes permanentes e pessoas casadas com cidadãos japoneses poderão reentrar no Japão, desde que possuam status de residência no Japão e passem por alguns procedimentos.

-Documentos e procedimentos necessários para a reentrada no Japão

ESTRANGEIROS QUE SAÍRAM ANTES DO DIA 31/08

As pessoas que saíram do Japão no dia 31 de agosto ou antes, devem entrar em contato com a Embaixada Japonesa ou com o Escritório Diplomático mais próximo para solicitarem a “CARTA DE CONFIRMAÇÃO DE REENTRADA”, mas para isso é necessário ter em mãos: passaporte válido, cartão de residência e um formulário de inscrição.

O processo da solicitação pode demorar vários dias, e por esse motivo, o Ministério das Relações Exteriores aconselha que as pessoas que planejam viajar façam o procedimento com antecedência.

ESTRANGEIROS QUE SAÍRAM APÓS O DIA 01/09 

Os residentes estrangeiros que saíram do Japão no dia 1º ou após esse dia, devem receber da Agência de Serviços de Imigração, um “RECIBO DE SOLICITAÇÃO DE REENTRADA” antes de saírem do Japão.

É possível obter esse recibo enviando um e-mail para a Agência de Serviços de Imigração (ISA), para mais informações clique aqui.

-Testes para a COVID-19

Ao chegarem no aeroporto do Japão, os residentes serão solicitados a enviarem o certificado do teste da COVID-19 (o resultado do teste negativo deve ser obtido até 72 horas antes do embarque) para um oficial de quarentena, a CARTA DE CONFIRMAÇÃO ou o RECIBO para um oficial de imigração e fazer um outro teste da COVID-19.

Além disso, precisam se isolar por 14 dias e não utilizarem transporte público.

Riscos de ter a entrada negada

-Falta de documentos/ Teste positivo 

É necessário ficar atento, pois há riscos de ter a entrada negada se algum dos documentos exigidos estiver em falta ou se o resultado do teste de coronavírus indicar positivo.

E além de terem a entrada negada, os residentes estrangeiros ficarão detidos no aeroporto até que um assento seja disponibilizado em um outro voo de volta.

-Testei negativo antes de sair do país, mas ao chegar no Japão testei positivo, o que acontecerá?

As pessoas que testarem positivo para o coronavírus ao chegarem no Japão, com teste negativo antes de partirem para o Japão, NÃO TERÃO a entrada negada, mas serão colocados em quarentena da mesma forma que os japoneses.

-Turistas e estrangeiros sem status de residência podem entrar no Japão? 

Até que um novo aviso seja emitido, turistas e outros estrangeiros que pretendem visitar o Japão ou se mudarem para Japão, ainda estão proibidos de entrar no país.

Para mais informações, consulte o site do Consulado do Japão em seu país de origem.

#diaadia


 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.