Robôs controlados remotamente auxiliam pessoas com deficiência no Japão

O governo da prefeitura de Tokushima, localizado no oeste do Japão, tem emprestado robôs avatares gratuitamente desde o final de outubro, com o objetivo de dar oportunidades para pessoas com deficiência de locomoção e comunicação.

O robô portátil chamado “OriHime” é fácil de controlar remotamente e, vem gradualmente se espalhando pelo país como uma nova ferramenta de comunicação para auxiliar pessoas com deficiência. Um funcionário da prefeitura de Tokushima comentou: ” Gostaria que os pacientes usassem os robôs, e realizassem seus sonhos de ir a lugares e ver coisas”.

OriHime mede 23 centímetros de altura e pesa 660 gramas. Os usuários do robô podem se comunicar com outras pessoas por meio de uma função que permite inserir informações por meio de movimentos oculares. Mesmo quando os pacientes estão acamados, eles podem observar seus arredores por meio de uma câmera anexada ao nível dos olhos do robô, e manter conversas usando um microfone e alto-falante. O OriHime chamou a atenção depois que Yasuhiko Funago, paciente com esclerose lateral amiotrófica (ELA) e membro da Câmara dos Vereadores do partido político Reiwa Shinsengumi, propôs durante uma assembleia o seu uso e testes.

Yuka Uchida, paciente de distrofia muscular da cidade de Tokushima, que teve a experiência de utilizar o robô pelo sistema de aluguel da prefeitura, disse: “Meu campo de visão é limitado em cima da cama e minha linha de visão é a mesma quando estou em uma cadeira de rodas. Quando vejo o cenário externo usando o OriHime, aprendi que o mundo visível para mim difere completamente apenas por uma diferença na altura do meu nível ocular”. Ela ainda disse que, embora soubesse dos robôs através da mídia, eles estavam fora do seu alcance financeiro, pois o teste mensal para um plano de aluguel individual da fabricante de robôs OryLab Inc. custa pelo menos 29.800 ienes, fora os custos com Wi-Fi e Ipad para controlar o robô.

Ainda durante o período de aluguel, Uchida testou o uso do robô movendo suas mãos e pernas através dos movimentos dos olhos, e gostou de olhar a paisagem ao ar livre enquanto estava deitada.

Aqueles que podem se inscrever para alugar o robô OriHime são indivíduos com restrições de movimentos devido a doenças intratáveis designadas, doenças crônicas pediátricas específicas ou doenças crônicas especiais designadas em um projeto que cobre parte das despesas médicas dos pacientes usando fundos públicos. O período de aluguel é de duas semanas, a princípio, e roteadores Wi-Fi móveis e outros dispositivos também podem ser alugados. Para mais informações, ligue para a divisão de saúde da prefeitura de Tokushima pelo telefone 088-621-2224 (em japonês).

#diaadia


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 8CCE36D7-1639-4222-9425-C9621820626F.jpg

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.