Saiba se você poderá receber os 100.000 ienes do governo!

O Ministério de Assuntos Internos e Comunicações explicou na noite da última segunda-feira (20) como funcionará o pagamento dos 100.000 ienes de ajuda para a população como parte dos esforços para amortecer o impacto econômico da crise do coronavírus.

Como explicado, todo mundo que estiver registrado no “Registro Básico de Residentes” até o dia 27 desse mês poderá receber o auxílio, independentemente de sua nacionalidade, ou seja, todos os japoneses que residem no Japão e estrangeiros que tenham status de residência superior a 3 meses (com a documentação em dia) poderão solicitar a ajuda. O que é o Registro Básico de Residentes? O Livro de Registro Básico de Residentes é a base dos procedimentos administrativos dos residentes do Japão. Com a notificação de entrada, etc.,todos os serviços administrativos como o Seguro Nacional de Saúde terão informações unificadas, proporcionando um atendimento racionalizado (infos retiradas do site oficial do Ministério- clique aqui). Como funcionará o procedimento? ■ A prefeitura de sua cidade enviará o formulário de solicitação por correio, e será endereçada ao chefe da família (então será apenas 1 formulário por família). O “chefe de família” no Japão é aquele responsável pelo grupo familiar, que consta nos documentos da prefeitura como por exemplo no Juminhyo (atestado de residência). ■ O chefe da família deverá preencher o formulário com os seus dados e endereço e deverá anexar cópias de seus documentos como do zairyu card (ou qualquer outro documento de identificação com foto) e da caderneta bancária. ■ Após enviar o formulário, a prefeitura fará o pagamento referente a todos os membros da família na conta do chefe da família. ■ Quem tem o My Number em dia poderá fazer a solicitação on-line. Como será o formulário? No formulário terá uma parte para escrever todos os membros da família. Nessa parte, você colocará o nome dos integrantes, sua data de nascimento e sua relação com o chefe da família. PRESTE  ATENÇÃO: Ao lado do espaço de cada membro, terá uma caixinha para assinalar caso a pessoa NÃO QUEIRA receber o auxílio, então tome cuidado ao preencher. Cada município decidirá a data de início das inscrições, e o prazo final para as solicitações é de três meses a partir da data de início. A data de início do pagamento também será decidida por cada município, mas o Ministério de Assuntos Internos e Comunicações está se programando para começar no próximo mês. (Fonte das imagens: VaneesaHanda Trabalho)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.