Suicídio entre jovens no Japão destaca o lado sombrio das redes sociais

O suicídio é uma das questões sociais mais preocupantes do Japão. Embora o Japão seja um país desenvolvido e bem estruturado, o excesso de cobrança pessoal e até mesmo a pressão social para ser sempre “perfeito ” e o fato de não falar tão abertamente sobre os sentimentos, acabam sendo pontos estimulantes para que as pessoas acabem tirando a própria vida.

No entanto, essa nova geração está sofrendo mentalmente com comentários de ódio que recebem diariamente na internet. Os jovens sentem tudo intensamente e esses assédios sofridos nas redes sociais criam uma angústia tão incontrolável, que muitos infelizmente não aguentam a pressão e acabam tirando a própria vida.

Foi o caso de duas jovens que suicidaram-se no dia 30 de setembro, no centro movimentado de Nagoya. Uma dessas jovens era bem conhecida em alguns círculos de jovens de Nagoya e a notícia de sua morte causou uma grande comoção.

A jovem postou diversas vezes que estava sofrendo devido ao cyberbullying, mas suas postagens receberam comentários “tóxicos”, incluindo um que dizia que ela estava apenas fingindo que queria tirar a própria vida.

Após o incidente, vários comentários de ódio se voltaram para aqueles que antes a criticavam. No entanto, com o intuito de evitar que mais pessoas fossem vítimas, a mãe da jovem pediu pelo fim de todas as postagens abusivas em respeito à filha, que infelizmente se foi devido ao cyberbulling.

Cyberbulling no Japão

Crédito: iStock Photos

Em maio deste ano, a notícia da morte de um dos membros de um importante reality nacional, chocou o país inteiro. Hana Kimura que tinha apenas 22 anos, tirou a própria vida após ter sido vítima de vários comentários de ódio nas redes sociais.

Com o destaque que o incidente ganhou, os pedidos para que mudanças legais em relação ao cyberbulling sejam estabelecidas, cresceram em todo o Japão.

No ano passado, o ministério de comunicações recebeu cerca de 5.000 denúncias de abusos on-line, quase o quádruplo de reclamações do ano de 2010.

Linhas de prevenção ao suicídio

TELL Lifeline (Inglês)

site: https://telljp.com/lifeline/

telefone: 03-5774-0992 (9h-23h diariamente)

Bate-papo online: https://telljp.com/lifeline/tell-chat/ (sexta-domingo, 22:30 – 2:00)

Consultas de aconselhamento: 03-4550-1146 (de segunda a sexta, das 10h às 15h)

Federação de Inochi no Denwa (literalmente “telefone da vida”).

telefone: 0570-783-556 (das 10h às 22h).

A Federação Inochi no Denwa também aceita consultas gratuitas por telefone no dia 10 de cada mês, das 8h às 8h do dia seguinte em 0120-783-556

site: http://www.inochinodenwa.org/

Lista de linhas diretas por regiões afiliadas ao centro:

acesse: http://www.inochinodenwa.org/lifeline.php

O centro de prevenção de suicídio de Tóquio, membro da organização sem fins lucrativos Befrienders Worldwide, pode ser contatado todos os dias das 20h às 5h30 (das 17h às 2h30 às terças-feiras e das 20h às 2h30 às quintas-feiras )

telefone: 03-5286-9090

site: http://www.befrienders-jpn.org

#diaadia


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.