A taxa de desemprego ajustada sazonalmente no Japão subiu para 3% em relação ao mês de abril, de acordo com os dados do Ministério de Assuntos Internos e Comunicações.

Esta foi a primeira vez em cinco meses que a taxa ultrapassou ou atingiu o limite de 3%, o que indica que o número de pessoas que perderam seus empregos em consequência da pandemia do coronavírus está aumentando.

O Ministério de Assuntos Internos e Comunicações do Japão divulgou nesta última terça-feira (29) o índice da proporção entre empregos e candidatos no mês de maio, que foi 1,09.

O número de ofertas de trabalho em maio foi de cerca de 2,9 milhões, 0,3% menor que no mês de abril, no entanto, o número de pessoas que procuraram emprego no mês de maio também diminuiu.

Os setores de hospedagem e alimentos, viram um aumento de 10,2% em relação a maio de 2020, mas os setores de atacado e varejo experienciaram um aumento de 5,3% em relação ao ano  anterior.

Leia também:

Taxa de desemprego no Japão cai pela primeira vez em cinco meses com a recuperação da economia

COVID-19: crescimento do desemprego amplia a desigualdade econômica no Japão

#diaadia


Taxa de desemprego volta a subir no Japão Japão