Tóquio em alerta: Governadora pede cautela à população

A governadora de Tóquio, Yuriko Koike, emitiu um alerta nesta terça-feira (2) após a confirmação de 34 novos casos de coronavírus na capital. Com o intuito de indicar a emissão do alerta, a ponte Rainbow Bridge e o prédio do governo metropolitano também foram iluminados de vermelho.

Segundo a governadora Yuriko Koike, o objetivo do alerta é conscientizar os moradores sobre a situação da capital e estimulá-los a serem mais cautelosos.

Dessa forma, “o alerta de Tóquio” serve apenas como uma advertência. Entretanto, caso o número de infecções aumente ainda mais, o governo metropolitano poderá solicitar que as pessoas e as empresas interrompam suas atividades sociais e econômicas novamente.

“A solicitação para suspender os negócios será considerada quando houver mais de 50 casos positivos em um único dia”- disse Koike.

Em uma reunião da força-tarefa em resposta ao surto do coronavírus, Koike também expressou sua solicitação à população:

“Sejam cautelosos ao ir em lugares como os distritos noturnos” ; “Entre os números de hoje, recebi relatos de que existem muitas pessoas relacionadas à indústria da vida noturna, especialmente em Shinjuku”.

Dentre os 34 novos casos confirmados nesta terça, cerca de 12 deles possuem rotas desconhecidas pelas autoridades.

A reabertura dos negócios de Tóquio também está sendo alvo de críticas, uma vez que a cidade está se “movendo rápido demais” e os planos de suspender os pedidos de fechamento dos negócios para revitalizar a economia da capital, avançam a todo vapor.

O número total de infectados em Tóquio ainda continua o maior entre todas as prefeituras do Japão, mas de acordo com o ministro da Economia, Yasutoshi Nishimura, o governo não tem planos imediatos de declarar o estado de emergência nas prefeituras de Tóquio e Fukuoka novamente, apesar do recente aumento do número de casos.

(REUTERS/Issei Kato)


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.