Três pessoas ficam feridas após carro bater em bilheteria em Osaka

Um carro colidiu com uma loja de venda de ingressos em Osaka na última quinta-feira, 7 de abril, ferindo três pessoas, e o motorista foi preso no dia seguinte por infligir lesões corporais enquanto dirigia um veículo.

A Delegacia de Polícia de Minami, da Prefeitura de Osaka, prendeu Yuma Nakatake, de 32 anos, morador da ala Nishiyodogawa de Osaka, pelo acidente.

Nakatake disse à polícia que “de repente me senti tonto enquanto esperava no semáforo e, no momento seguinte, estava inconsciente. A próxima coisa que percebi, o carro colidiu com a loja”.

Sua mãe de 56 anos, que estava no carro no momento do acidente, aparentemente explicou que seu filho tem uma condição preexistente, e a polícia vai investigar cuidadosamente a relação entre o problema de saúde e o acidente.

Nakatake especificamente é acusado de perder o controle do pedal do acelerador enquanto dirigia um carro kei no distrito de Namba, em Chuo Ward, por volta das 15h do dia 7 e colidiu com o veículo contra a bilheteria, ferindo uma cliente de 30 anos e uma funcionária da loja, de 24. Uma das vítimas sofreu ferimentos graves. Nakatake teria negado as acusações contra ele, e disse que “não se lembra de acelerar o carro de repente”.

Créditos: Takehiko Onishi

De acordo com a delegacia, a mãe de Nakatake, que estava no banco do passageiro, percebeu que algo estava errado com o filho enquanto aguardava no semáforo próximo ao local do acidente. Ela saiu do carro e deu a volta até a porta do motorista, mas o veículo de repente acelerou e bateu na loja cerca de 40 metros à frente. Ela também sofreu um ferimento leve ao tentar parar o carro.

Fonte: The Mainichi

Imagem de capa: Tatsuya Fujii

Matérias relacionadas

Homem bate carro contra o prédio do Ministério das Relações Exteriores no Japão

JR East aumentará as tarifas de trem em ¥10 ienes a partir de 2023

Quão seguro é o Japão? Mapa interativo revela crimes em todo o país

#diaadia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.