Um gesto de solidariedade: Máscaras para pessoas com deficiência auditiva

Atualmente, as máscaras cirúrgicas estão cada vez mais escassas no mercado. Devido a pandemia do coronavírus que se espalha pelo mundo, o uso de máscaras se tornou um dos ítens essenciais para evitar a propagação do vírus.

Pensando na comunidade surda, uma jovem estadunidense de 21 anos, estudante de educação para surdos e deficientes auditivos na Eastern Kentucky University nos EUA, teve a ideia de desenvolver máscaras para as pessoas surdas ou que possuem algum tipo de deficiência auditiva.

Ashley Lawrence, começou a produzir máscaras com abertura transparente na parte frontal da máscara para facilitar a comunicação através da leitura labial e manter a comunidade protegida contra o vírus ao mesmo tempo.

Grande parte das pessoas surdas e com deficiência auditiva, se comunicam com outras pessoas através das expressões faciais prestando bastante atenção no movimento dos lábios. O uso das máscaras “normais” torna essa comunicação mais difícil pois tais máscaras costumam cobrir boa parte do rosto.

Os materiais utilizados, foram o tecido e o plástico transparente, costurados à um elástico. Ashley está aceitando doação desses materiais para que seja possível beneficiar mais pessoas.

A iniciativa teve início durante a quarentena quando a jovem viu um post nas redes sociais sobre doação de máscaras. Dessa forma, pensou em uma maneira de também beneficiar a comunidade surda. Ashley contou com a ajuda da mãe para confeccionar as máscaras, que a princípio estavam sendo comercializadas, mas agora se forem solicitadas, também serão doadas.

Em meio à tantas notícias ruins gestos como esse, mostram como o cuidado com o próximo aquece o coração e desperta nossa consciência para o que nós podemos fazer para ajudar as pessoas à nossa volta.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.