Vai faltar energia? Japão emite alerta sobre fornecimento apertado em Tóquio 

O Japão emitiu na segunda-feira (21), um alerta sobre o fornecimento de energia apertado, instando as pessoas em Tóquio e algumas outras áreas a economizar eletricidade.

 O Ministério da Indústria do Japão disse que uma queda de energia pode ocorrer por volta das 20 horas desta terça, afetando até 3 milhões de residências em Tóquio e outras áreas do leste e nordeste.

Na semana passada, um grande terremoto abalou a região nordeste e causou a paralisação de algumas usinas de energia.

O alerta do Ministério da Economia, Comércio e Indústria veio depois que a Tokyo Electric Power Company Holdings Inc. disse no início de segunda-feira que talvez faltaria energia nesta terça-feira devido ao clima frio e à suspensão de algumas usinas termelétricas.

Segundo a empresa, o fornecimento de suas usinas solares provavelmente será limitado devido ao clima, embora a demanda por aquecimento provavelmente aumente.

Leia também: Governo oferece até 2 milhões de ienes para morar na região da Usina de Fukushima

A mais grave falta de energia no Japão

O ministério indicou que poderia ser a mais grave escassez de eletricidade desde 2011, quando a TEPCO realizou uma interrupção de energia planejada em meio à crise de eletricidade após o colapso nuclear na usina Fukushima Daiichi.

A TEPCO, que fornece energia para Tóquio e outras oito prefeituras, incluindo Kanagawa, Chiba e Saitama, disse que espera receber até 2,37 milhões de quilowatts de eletricidade de outras empresas de serviços públicos.

A empresa está pedindo às famílias e empresas que desliguem as luzes desnecessárias e ajustem o aquecimento a 20 °C para economizar eletricidade.

O ministério disse que a economia de energia provavelmente será necessária entre 8h e 23h desta terça-feira para as áreas cobertas pela empresa.

Fonte: The Mainichi

Matérias relacionadas

Cientistas buscam meios de controlar e aproveitar a energia dos tufões

Japão planeja substituir usinas de carvão por fontes de energia renováveis

#diaadia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.