Várias lojas de produtos das olimpíadas estão fechando e sem previsão de reabertura

Cinco lojas de mercadorias olímpicas oficiais em Tóquio fecharão no início de junho, já que os negócios foram prejudicados pela pandemia e os jogos foram adiados para o próximo ano, disseram os organizadores nessa terça-feira (12). Ainda não foi definido se elas reabrirão algum dia.

O porta-voz de Tóquio, Masa Takaya, disse em uma entrevista coletiva online que uma sexta loja em Osaka também será fechada no início de junho. Os organizadores de Tóquio disseram que 89 lojas ainda estavam funcionando no Japão até o final de abril.

Não sabemos o que vai acontecer nas próximas três semanas“, disse Takaya. “Portanto, nesse aspecto, não posso confirmar com precisão quantas lojas permanecerão abertas após o fechamento dessas seis lojas“.

Os organizadores planejaram uma receita de cerca de US $ 100 milhões com a venda de mercadorias das olimpíadas. Essa é uma pequena parte do orçamento operacional financiado em particular, de US $ 5,6 bilhões. A maior quantia de renda é de patrocinadores locais que estão pagando US $ 3,3 bilhões para fazer parte dos jogos.

No geral, o Japão diz que está gastando US $ 12,6 bilhões para organizar as Olimpíadas, embora uma auditoria nacional diga que o número é o dobro. Esse dinheiro é todo público, exceto o orçamento operacional de US $ 5,6 bilhões citado anteriormente.

Os organizadores dizem que cerca de 5.500 produtos estão sendo vendidos nas lojas “licenciadas”, sendo bonés, camisetas e até hashis “oficiais” – todos com o logotipo olímpico e o de Tóquio.

Takaya também foi questionado sobre a porcentagem de produtos fabricados no Japão. Muitos produtos, incluindo as mascotes de pelúcia – Miraitowa para as Olimpíadas e Someity para as Paraolimpíadas – carregam etiquetas dizendo que foram fabricadas na China ou no Vietnã. Alguns outros produtos traziam o rótulo “Made in Japan“.

Tóquio 2020 não tem um número agregado em termos de quantos produtos estão sendo fabricados no Japão ou fora do Japão”, disse Takaya. “A esse respeito, não poderemos fornecer esse número (a)“.

Ele disse que o comitê organizador de Tóquio tem contratos com fornecedores, que são livres para adquirir produtos onde desejarem.

As Olimpíadas de Tóquio terão sua abertura em 23 de julho de 2021 – um atraso de um ano por causa da pandemia. Os Jogos Paraolímpicos estão programados para começar em 24 de agosto de 2021.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.