Vida real: você compraria uma casa no Japão?

Muitos estrangeiros que vieram para trabalhar e ficar um curto período no Japão, normalmente nem se preocupam em comprar um terreno fixo por aqui. A realidade da maioria dos decasséguis é vir ao Japão para trabalhar, juntar uma certa quantia e assim retornar para o país de origem.

No entanto, com o passar do tempo, muitos que vieram com esse intuito acabaram criando raízes, e o que era para ser um curto período se tornou um longo tempo. Sem perceber, passaram-se 10, 20, 30 anos e os planos de retornar ao país de origem não são mais os mesmos.

E é aqui que vem os questionamentos das gerações mais jovens: “Comprar ou não comprar uma casa no Japão?”

A expectativa é que quando compramos uma casa no exterior, é que ela cresça em valor ao longo dos anos. No entanto, no Japão essa perspectiva não é tão real quanto parece.

Normalmente, o preço de uma nova casa diminui quando você coloca a chave na porta. E ao longo dos anos, a propriedade vai se desvalorizando. Em certos casos, o preço da terra mantém seu valor, mas desde o início dos anos 1990 os preços deflacionaram.

As casas japonesas são frequentemente reconstruídas durante a vida do proprietário, pois como todos sabem, o Japão é um local que passa por muitos desastres naturais.

Embora a tecnologia de construção tenha melhorado muito nas últimas duas décadas e as casas são menos propensas a desmoronar, as empresas de construção precisam fornecer um suprimento constante para as novas casas.

Apesar de todos os contras, do preço elevado e da manutenção constante, comprar uma casa no Japão significa que finalmente criamos raízes. Por razões complexas, o Japão luta para manter uma população estrangeira considerável, pois apenas 2% da população é ‘estrangeira’.

Os estrangeiros que vêm ao Japão para trabalhar e passar um tempo, às vezes acabam voltando para o país de origem após alcançar os objetivos no país do Sol Nascente. Alguns encerram o ciclo quando acontece alguma crise, mas outros não. Os estrangeiros que ficam, se casam, formam famílias e compram suas casas.

O Japão é um dos países mais seguros para se morar, tem muitas oportunidades e lugares incríveis para visitar. Não existe uma única resposta para a pergunta: “Comprar ou não comprar uma casa no Japão”, pois as necessidades e planos de cada pessoa são únicas.

É uma decisão muito importante e precisa ser bem pensada e planejada pela família, mas que com certeza tem seus lados positivos e negativos.

E aí você compraria uma casa ou já comprou sua casa no Japão?

Matéria de referência: The Mainichi

Matérias relacionadas:

O valor da maior pera japonesa equivale a um carro! Você compraria?

Você sabe quantos brasileiros ainda moram no Japão?

Um pedacinho da cultura brasileira no leste do Japão

#diaadia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.