Educação financeira pessoal: Como usar seu dinheiro de forma correta no Japão?

Como usar seu dinheiro de forma correta no Japão?. Aqui vai 5 dicas que eu comecei a usar, e que acho que vai te ajudar bastante.

Pare de usar o cartão de crédito

Quando usamos o cartão de crédito entramos no piloto automático. Já percebi que o cartão de crédito tira a “dor” da compra e você acaba gastando mais do que realmente deve. A fatura só vem no mês seguinte, e nesse tempo todo você faz tantas compras que já nem lembra quando e onde usou o cartão de crédito. Eu sei que é difícil parar de usar, li esses dias atrás que criaram um bracelete no qual dá choques quando tentamos usar o cartão de crédito. Preciso. Imediatamente.

Procure ter um salário extra

Ganhar dinheiro fora do seu trabalho é um jeito de nós termos aquela graninha extra quando precisarmos. Venda bolos, cuide de crianças, entre na onda da ”Uber Eats” e use o seu carro/moto para aquele dinheiro extra. O jeito não importa, o negócio é usar o seu tempo trabalhando ao invés de ir ao shopping ou sair frequentemente  com os amigos para ir no restaurante.

Abra uma conta poupança

As pessoas tem vários jeitos de guardarem dinheiro. Tem pessoas que gostam de separar o dinheiro em envelopes e ir usando de pouco a pouco, outras já quando recebe o seu salário coloca o dinheiro em uma conta separada para nem ver mais o dinheiro. Se você tem a mania de gastar muito, a segunda opção é a melhor.

Comece a escrever em uma agenda

Essa dica aqui não está diretamente relacionada à dinheiro, mas sim ao estresse que sentimos. Você já percebeu que tende a gastar mais quando está cansado ou tem algo que te frustra? Fazer compras ou ir em restaurantes parece que nos liberta daquele sentimento no momento; mas se pensarmos direito, se isso acontecer com frequência, o nosso gastos supérfluos aumentam demais. Ao escrever, iremos deixar nossas frustações no papel e isso irá te ajudar a lidar com tudo aquilo que está passando.

Aprenda a dizer “não”

Olha, essa dica aqui é a mais importante. Não estou dizendo para você deve virar um antissocial e dizer “não” para tudo e para todos. Mas o certo é que se você dizer “sim” para tudo, você vai ficar com agenda lotada e sem dinheiro. Coloque na ponta do lápis os gastos que terá após dizer “sim” e tente balancear os dias que irá sair, e os dias que irá ficar em casa sem fazer ”nada”. O importante é o equilíbrio.

Leia também:

Metas para 2021: Aprenda a alcançar os seus objetivos

JAPÃO: DIÁRIO DE UMA PACIENTE COM CORONAVÍRUS #1 | VÍDEO NOVO (YT)

Ano Novo no Japão: como os japoneses passam a sua virada de ano?


Educação financeira pessoal: Como usar seu dinheiro de forma correta no Japão?