As leis mais ESTRANHAS do Japão|Você sabia disso?

Costuma-se dizer que “onde está a sociedade, ali está o direito”. As leis são essenciais na nossa vida para definir as obrigações e direitos entre as pessoas.

Aqui iremos te mostrar algumas leis bem duvidosas, que fará você ter certeza que o Japão é realmente BEM estranho.

1- Os policiais que cumprimentam

Aqui no Japão é normal vermos crianças cumprimentando os policiais, e os policiais cumprimentando de volta. “Nossa, como os policiais do Japão são simpáticos”. O que ninguém sabe é que dentro do estatuto dos policiais existe um artigo que diz que o policial japonês DEVE cumprimentar todos aqueles que os cumprimentarem.

2- A diferença de Udon e Soumen

O “udon” e “soumen” são feitos com os mesmos ingredientes. Mas existe um regulamento que identifica a diferença deles na hora da venda. O udon deve ter no máximo um diâmetro de 1,7 mm e o soumen um diâmetro menor que 1,3 mm.

3- As reuniões do Congresso com o primeiro- ministro

Aqui no Japão, as reuniões do Congresso com os membros do parlamento é televisionada na NHK todos os dias úteis. Ou seja, se você ligar na NHK possivelmente irá ver o primeiro- ministro do Japão junto dos outros membros em reunião. Às vezes alguns deles passam do limite e levantam a voz, e acabam falando coisas que não deveriam ser faladas. Porém, existe uma lei que diz que eles não devem usar palavras torpes ou de baixo calão. A maioria ali dentro do Congresso estão desrespeitando a lei, e fingem não saber!

4- Encomenda errada na tua porta

Existe uma lei no Japão que diz que se o carteiro colocar uma carta ou encomenda errada na tua porta, você deve ligar de volta ao correio ao invés de levar a carta/ encomenda na porta da pessoa certa.

5- A diferença entre motel e hotel

As pessoas pensam que para diferenciar um motel de um hotel é só olhar a fachada do local, as luzes, o jeito do prédio. Porém, no Japão existe uma lei que diferencia os dois. Por lei um hotel precisa ter uma cafeteria/ lugar para alimentação (shokudou) no primeiro andar, se não tiver é considerado motel.

6- Certidão de óbito para cachorros

Os cachorros no Japão são tratados como seres humanos, e o que nos certifica isso é que os cachorros no Japão quando morrem, precisam de uma Certidão de Óbito. Essa lei começou em 1957 e é válida somente para os cachorros. Já os gatos não precisam, somente os cachorros… o motivo ninguém sabe.

 


As leis mais ESTRANHAS do Japão|Você sabia disso?