Dia da Imigração Japonesa no Brasil-113 anos de muitas histórias

2021.06.18

O Dia da Imigração Japonesa é comemorado hoje, dia 18 de junho, e essa data é muito especial principalmente para nós, descendentes de japoneses. São 113 anos de muitas histórias, lutas, conquistas e de idas e vindas entre Brasil e Japão.

A história dos nossos antepassados  

Tudo começou com o navio Kasato Maru que desembarcou no porto de Santos (São Paulo) no dia 18 de junho de 1908. Aproximadamente 781 japoneses chegaram ao Brasil para trabalhar em cafezais, exploração de borracha ou plantações de pimenta. O último navio de imigração foi o Nippon Maru que cessou o fluxo de imigrantes em 1973.

A grande maioria dos japoneses que foram para o Brasil durante esse período, eram camponeses pobres que se concentraram principalmente em São Paulo. Acredita-se que há cerca de 2 milhões de japoneses e seus descendentes morando no Brasil, com mais de um milhão concentrados somente na região de São Paulo.

Os japoneses tinham a expectativa de conseguir juntar dinheiro rapidamente em um curto período de tempo e depois retornar ao Japão, no entanto, muitos se estabeleceram no Brasil. Muitos japoneses recebiam muito pouco, pois de seus salários eram descontados gastos como alimentação, dívidas de viagem…

Apesar das dificuldades enfrentadas, muitos japoneses conseguiram economizar e comprar seus primeiros pedaços de terra. Em 1912, alguns grupos de japoneses passaram a se instalar na ladeira Conde de Sarzedas, em São Paulo, dando início ao que seria mais tarde o Bairro da Liberdade. Nessa época, a principal atividade era o cultivo de café. Na década de 1920, a rua já era conhecida como um local de preferência dos imigrantes japoneses que deixavam a vida no campo.

Entre os anos de 1917 e 1940, mais de 160 mil japoneses foram para o Brasil, mas foi somente na década de 1930 que o Brasil passou a abrigar a maior população de japoneses fora do Japão.

Movimento Dekassegui

No final dos anos 1980, ocorreu o fluxo inverso do movimento migratório, uma vez que muitos descentes de japoneses deixavam o Brasil para tentar a vida no Japão. Entre 1980 e 1990 mais de 80 mil japoneses e seus descendentes vieram ao Japão em busca de melhores oportunidades de trabalho, já que a economia do Brasil passava por uma crise e o Japão necessitava de mão-de-obra.

Este movimento ficou conhecido como o Movimento dos Dekasseguis (出稼ぎ/ que pode ser traduzido como “trabalhando distante de casa”). Em 2008, haviam cerca de 300 mil brasileiros residindo no Japão, sendo que a maior parte se concentrava em Aichi, Hamamatsu, Saitama, Gunma e Kanagawa.

No entanto, ao longo dos últimos anos, devido à várias crises financeiras enfrentadas pelo Japão, muitos descendentes retornaram ao Brasil. Hoje, a comunidade brasileira diminuiu consideravelmente, mas ainda assim continua sendo a quarta maior comunidade de estrangeiros que residem no Japão.

De acordo com a estatística de 2018 sobre a comunidade brasileira no Japão, há cerca de 196.781 brasileiros residentes no Japão:

Dia da Imigração Japonesa no Brasil-113 anos de muitas histórias

Crédito: Ministério da Justiça/ junho de 2018

No Brasil, são promovidos vários eventos para homenagear a comunidade nikkei neste dia da Imigração Japonesa, que serve para relembrar o esforço de nossos antepassados para se adaptarem à uma nova cultura e conquistar melhores condições de vida para seus descendentes.

Vídeo do Consulado do Japão em São Paulo

Associação Japonesa de Santos

Leia também:

Uma história que não te contaram: Como o Bairro da Liberdade acolheu os imigrantes japoneses

Histórias de brasileiros que se deram bem no Japão

 

#diaadia


Dia da Imigração Japonesa no Brasil-113 anos de muitas histórias