O que acontece quando você contrai o novo coronavírus no Japão? | COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER!

Selecionamos informações importantes para você saber o que precisa ser feito, no Japão, caso esteja com suspeita de ter contraído o novo coronavírus

Antes de tudo, vamos relembrar quais são os sintomas da contaminação pelo novo coronavírus. Os sintomas mais frequentes são: tosse, dor muscular, perda de apetite, febre e sintomas otorrinolaringológicos como nariz entupido, dor facial, entre outros. Muitas pessoas não têm todos esses sintomas citados acima, porém, se alguém que você conhece foi diagnosticado com a covid-19 é possível fazer o exame para saber se você está ou não com o novo coronavírus.

Quais são os exames que existem para saber se estou infectado?

Existem dois tipos de exames: o chamado PCR (do inglês, “Polymerase Chain Reaction”), em que um cotonete é inserido no nariz, semelhante ao exame para detectar influenza; e outro em que é coletada a saliva do paciente (esse não dói!).

Como eu posso fazer o exame?

Se os sintomas que você está sentindo forem semelhantes aos do novo coronavírus, você precisa fazer o exame. Se estiver com suspeita, o melhor procedimento é ligar para o Hokenjo mais próximo de sua casa. Hokenjo é a unidade pública de saúde que está cuidando das pessoas com sintomas de Covid-19. Aqui está a lista dos Hokenjos da província de Aichi. Ao ligar para o Hokenjo da sua região, você precisa descrever seus sintomas para, se necessário, agendar a data do seu exame.

Onde eu vou ou posso fazer o exame?

Cada cidade ou Hokenjo tem uma regra diferente, então vai depender da região em que você reside. Depois que fizer a primeira ligação para o Hokenjo dizendo que está com suspeita de ter contraído o novo coronavírus, será agendada a data para você fazer o exame. Há lugares em que, para evitar o contágio, o exame é feito sem que o paciente saia do carro- como se fosse um “drive-thru”.

Quanto custa fazer o exame?

O valor também varia de uma cidade para outra, ou conforme a unidade de Hokenjo. Em algumas cidades não há cobrança. Porém, se você não teve contato com nenhuma pessoa infectada e quer fazer o exame apenas por precaução, é necessário pagar. Então, certifique-se sobre se é possível fazer o exame na região onde reside e como ele pode ser feito.

Fui diagnosticado com Covid-19. E agora?

Estamos em meio a uma pandemia e, por isso, então estamos sujeitos a contrair o vírus a qualquer momento. Caso você seja diagnosticado com o novo coronavírus, é preciso se isolar e seguir as orientação médicas. Em casos mais graves, é necessária internação. Já em casos mais leves, o isolamento pode ser feito em um Shukuhaku Shisetsulocal designado pelo governo japonês para isolar pessoas infectadas, mas com sintomas mais leves (em Aichi não é cobrado o valor da estadia nesses locais).

Vou precisar tomar algum remédio para coronavírus?

Até o momento não existe comprovação científica de nenhum medicamento que previna ou combata a doença. O que os médicos fazem é medicar os pacientes infectados para que os sintomas recorrentes sejam amenizados. O mais comum é a prescrição de medicamento para baixar a febre, para que outros possíveis sintomas sejam diagnosticados com o passar dos dias.

Recomendaram que eu me isole em casa. Que cuidados devo tomar?

Se você mora com mais pessoas, precisa tomar os devidos cuidados para evitar a transmissão do vírus para elas. A recomendação mais importante é se isolar em um quarto separado, e por precaução quando usar o banheiro, limpar e desinfectar (com álcool ou produto similar) todos os objetos e surperfícies que você tocar. Também não se deve compartilhar a mesma toalha com outros moradores da casa. Para redobrar os cuidados, é aconselhável que todos da casa usem máscara.

Quantos dias eu preciso ficar isolado(a)?

Normalmente dez dias após a manifestação do primeiro sintoma, o risco de contágio diminui. Então, passado esse período, é possível que você receba alta do isolamento.

A perda de olfato e paladar tem relação com a Covid-19?

Em algumas pessoas infectadas pelo novo coronavírus, têm sido detectadas anosmia (perda do olfato) ou disgeusia (perda do paladar). A recuperação do olfato pode levar de 15 dias a até 12 meses. Já a recomposição do paladar pode ocorrer antes, durante ou até depois da recuperação do olfato.

Para ficar por dentro dos gráficos e estatísticas do novo coronavírus, clique aqui.

Esperamos que as informações de hoje possam ter sido úteis. Até a próxima!

Imagem por Pixabay

#coronavírus

Editado: O texto foi editado para melhor entendimento.


O que acontece quando você contrai o novo coronavírus no Japão? | COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER!