Os cuidados que devemos ter com a influenza

O inverno chega e junto vem os resfriados e também a influenza. Hoje vamos explicar melhor sobre o vírus da influenza. Aqui vamos nós!

1. Quais são os tipos de influenza que existem?

R: Existem três tipos de influenza: Influenza A, Influenza B e Influenza C. As duas primeiras que foram citadas, são os dois tipos que normamente somos infectados, o tipo C não é comum em humanos, apenas em animais.

Fato interessante: O vírus da influenza veio do intestino de aves aquáticas. O vírus em si foi transmitido de patos à galinhas, até chegar nos seres humanos.

Os cuidados que devemos ter com a influenza

2. Quais são os sintomas da influenza?

R: Os sintomas são bem parecidos com os sintomas de uma gripe: dores de garganta, nariz escorrendo, espirros e tosse, febre de 38 graus à 40 graus, dor de cabeça, dor nas articulações e mal-estar em geral.

3. Em quantos dias os sintomas da influenza melhoram?

R: Se os seus anticorpos estiverem reagindo normalmente, demora em torno de uma semana para a pessoa se recuperar. Porém, se a pessoa tem problema respiratório ou insuficiência cardíaca, pode levar mais alguns dias, principalmente se a pessoa for idosa. A dica é: se achar que está com gripe, é bem provável que seja influenza. Procure sempre fazer o teste de influenza, não demora nada, são 30 minutinhos e logo já sai o resultado. (É um pouco dolorido, pois colocam um cotonete no seu nariz nada mortal. Fique tranquilo.)

4. Estou com influenza, o que eu faço?

R: Primeiro passo: Não vá trabalhar, quanto menos você ficar em ambientes com muitas pessoas será melhor para você. Outra coisa, beba bastante líquido (água, suco, ou sopa) e se medique com os medicamentos receitados. Descanse, você tem uma semana para melhorar e voltar à sua rotina.

5. O que fazer para não adquirir inflenza?  

Os cuidados que devemos ter com a influenza

R: Tem vários jeitos de cuidar para não adquirir influenza. Por exemplo, cuidando para sair de casa com máscara, lavar bem as mãos e fazer gargarejo ao chegar em casa. Outra coisa simples é comer adequadamente, e se nutrir bem. A vacina é o jeito mais fácil, mas existem pessoas que ao tomar a vacina acabam adquirindo a própria doença, então veja qual é o método mais eficaz para você.

Fonte: http://www.myclinic.ne.jp/imobile/contents/medicalinfo/gsk/top_topic/topic_29/mdcl_info.html