Por que o Japão é conhecido como a Terra do Sol Nascente?

O Japão teve muitos nomes durante sua história até se tornar o Nippon, Nihon que conhecemos hoje, mas você já se perguntou por que ele é conhecido como a Terra do Sol Nascente?

A origem da Terra do Sol Nascente

Todos os nomes do Japão, oficiais ou não, foram influenciados pela China, que o cita em textos históricos e documentos muito antigos.

A China tinha uma enorme influência na cultura asiática, por isso suas filosofias, estruturas políticas, arquitetura, religião, estilos de vestimentas a linguagem e a escrita foram “copiadas” principalmente no Japão.

O Japão foi nomeado através da perspectiva dos chineses. Quando os chineses olhavam para o leste, onde o Japão está localizado, eles enxergavam a direção do amanhecer, por isso eles passaram a chamá-lo de país do sol nascente.

Como surgiu o nome oficial do Japão?

Na época em que o primeiro embaixador japonês foi enviado à capital chinesa da dinastia Han, em 57 d.C., o Japão era chamado de “Wa” (和), nome que também era usado para se referir ao povo japonês.

De acordo com relatos chineses mais recentes, esses primeiros japoneses “comiam vegetais crus, arroz e peixe. Eles tinham relações vassalos-mestres, impostos cobrados, celeiros e mercados provinciais. Eles também tiveram violentas lutas de sucessão”.

No primeiro século depois de Cristo, um clã, o Yamato, começou a dominar seus vizinhos e, no século V depois de Cristo tornou-se sinônimo de liderança para o Japão.

 Como um único governo central surgiu, o Japão seguiu cada vez mais a cultura chinesa, incluindo seus métodos para administrar o país.

Por volta de 600 anos depois de Cristo, o Príncipe Regente do Japão, Shotoku (574-622 d.C.), que era um grande fã da cultura chinesa, trouxe muitas influências da China ao Japão.

Shotoku também adotou o calendário chinês, desenvolveu um sistema rodoviário, construiu vários templos budistas, um sistema judicial semelhante e enviou estudantes japoneses à China para estudar budismo e confucionismo, estabelecendo relações diplomáticas entre os dois países.

Além disso, Shotoku também recebe os créditos por criar o nome Nippon “Origem do Sol” para o país. Os relatos dizem que o príncipe, por volta dos anos 607 d.C. enviou uma carta ao imperador chinês, Yangdi, que dizia: “do Filho do Céu, na terra onde o sol nasce para o Filho do Céu na terra onde o sol se põe”.

Aparentemente, os chineses ficaram ofendidos porque Shotoku tentou se nomear “Filho do Céu” no mesmo nível que o imperador chinês, também chamado dessa maneira. No entanto, a parte que diz “na terra onde o sol nasce” foi marcada como referência ao atual nome do Japão.

A origem do Sol: 日本

Os kanjis 日本 significam “sol” e “origem”. O nome Nippon veio primeiro, e o kanji oficial foi alterado para 日本 em 640. No entanto, o antigo nome Yamato ainda foi usado por algum tempo. Por volta da segunda metade do século VII, a leitura oficial de 日本 mudou para “Nippon” ou “Jippon”.

Acredita-se que a pronúncia de “Nihon” surgiu como um apelido na região de Kanto durante o período Edo. Essas diferenças de leitura são associadas à 日本橋 (Nipponbashi) em Osaka e 日本橋 (Nihonbashi) em Tóquio.

Tanto Nippon quanto Nihon significam, literalmente “Origem do Sol” por isso ficou conhecido com a “Terra do Sol Nascente“. Esta nomenclatura vem de correspondência imperial com a Dinastia Sui chinesa e refere-se a posição do Japão em relação à China.

Quando usar Nihon e Nippon?

Embora ambas as pronúncias estejam corretas, o “Nippon” é mais usado para fins oficiais, incluindo dinheiro, selos e eventos esportivos internacionais.

Não há regras fixas para escolher uma pronúncia sobre a outra, mas em alguns casos, uma forma é mais usada do que a outra. Por exemplo, para se referir ao idioma, os japoneses geralmente falam “Nihongo”. Embora “Nippongo” também seja aceitável, esta forma é raramente utilizada.

Nomes que o Japão já teve no passado

Você sabia que o Japão já teve muitos nomes no passado?

Os chineses chamavam o Japão antes de se tornar um país oficial de wa [倭] se tornando o que conhecemos em japonês de wakoku [倭国].

Antes de se chamar Nihon, a terra do sol nascente era chamada Yamato [倭] ou simplesmente Wa , ou melhor, wakoku [倭国]. Este nome foi dado pelos chineses que conheceram os japoneses pela primeira vez no sul da China.

Ao longo dos anos, o ideograma [倭] foi simplificado para [和], que significa harmonia e paz. Este ideograma ainda é muito utilizado na língua japonesa em várias palavras relacionadas ao povo japonês como a tradicional comida japonesa washoku [和食].

Após a introdução do chinês, o Japão foi citado em textos históricos para datas lendárias pré-históricas e também em nomes de deuses e imperadores japoneses.

Ōyashima (大八洲)o Grande País das Oito (ou Muitas) Ilhas, que se referem à criação das oito principais ilhas do Japão pelos deuses Izanami e Izanagi na mitologia japonesa.Yashima (八島) quer dizer “Oito (ou muitas) ilhas”
Fusō (扶桑)uma árvore mítica ou uma terra misteriosa localizada a leste da China. O termo mais tarde se tornou um nome poético do Japão.
Mizuho (瑞穂)refere-se a espigas de grãos, por exemplo,”瑞穗國” Mizuho-no-kuni “País das Orelhas Exuberantes (de Arroz)”.
Shikishima (敷島)
é escrito com caracteres chineses que sugerem o significado de “ilhas que se espalharam”, mas esse nome do Japão supostamente se origina no nome de uma área no distrito de Shiki da província de Yamato, em que alguns imperadores do Japão residiam. O nome de Shikishima passou a ser usado na poesia japonesa como um epíteto para a província de Yamato (a antecessora da província de Nara), sendo estendido para se referir a toda a ilha de Yamato e, eventualmente, para todo o território do Japão.
Akitsukuni (秋津國), Akitsushima (秋津島), Toyo-akitsushima (豐秋津島)Em relação aos significados literais dos caracteres chineses usados ​​para transcrever esses nomes do Japão, toyo significa “abundante”, aki significa “outono”, tsu significa “porto”, shima significa “ilha” e kuni significa “país, terra”. No entanto, akitu é uma palavra japonesa arcaica que significa” libélula”, então “Akitsushima” pode ser interpretado como 秋津島(Ilha da Libélula).
Toyoashihara no mizuho no kuni (豐葦原の瑞穗の國) Terra onde Arroz Abundante Brota Amadurece Lindamente, um nome poético para o Japão. 
Hinomoto no kuni (日の本の国)a Terra do Sol Nascente.

As muitas maneiras de dizer Japão no ocidente

Marco Polo, um mercador, embaixador e explorador veneziano cujas aventuras estão registradas em As Viagens de Marco Polo, é quem trouxe o nome do Japão para o mundo ocidental, embora, na verdade, ele não o tenha criado.

Ele só conheceu o Japão em suas viagens para a China através de um dialeto no sul da China que pronunciava os ideogramas [日本] como Rìběn.

No entanto, devido ao dialeto daquela área, ele transcreveu o nome como “Jipen” em seu livro que descreve para os europeus as maravilhas da China, que soou como “Zipangu”. E no final desta grande confusão, o nome se espalhou entre as pronúncias da Europa até chegar ao “Japan” em inglês.

Atualmente a Terra do Sol Nascente é conhecida como “Japan”, em inglês, holandês, alemão e sueco, em francês, é chamado “Japon” em espanhol, “Japón” em português, “Japão” em italiano, “Giappone”. Na China, o Japão ainda é chamado Rìběn, que é a pronúncia em mandarim para os caracteres “日本”.

Os termos Jepang e Jipang, derivados do chinês, foram usados anteriormente em malaio e indonésio, mas hoje estão confinados principalmente ao idioma indonésio. Em coreano, o Japão é chamado “일본” Ilbon, que é a pronúncia coreana do nome sino-coreano e, em sino-vietnamita, o Japão é chamado Nhật Bản.

E aí, você imaginava que o Japão já teve tantos nomes no passado?

Matérias de referências: Wikipédia, Japan Today

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.